sexta-feira, 12 de julho de 2013

Justiça decide contra o MP na questão da saúde da Jornada Mundial

 A Juíza Roseli Nalin, da 5ª Vara da Fazenda Pública do Rio, indeferiu o pedido de antecipação de tutela do Ministério Público que pretendia suspender a licitação promovida pela prefeitura do Rio, para serviços de proteção da saúde dos participantes da Jornada Mundial da Juventude.
Como se sabe, o MP pretende impedir que a prefeitura contrate serviços de saúde para a Jornada Mundial da Juventude, mas a prefeitura alega que o evento é liderado pelo Papa Francisco, um chefe de Estado.

Fonte:Ancelmo.com

Nenhum comentário: