quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Alex Rocha recebe mais uma condenação por improbidade administrativa

Ex-prefeito de São Cristóvão praticou superfaturamento

Notícias Sergipe
Por Marcio Rocha
O juiz da Comarca de São Cristóvão, Manoel Costa Neto, proferiu mais uma decisão de condenação por improbidade administrativa em desfavor do ex-prefeito da cidade de São Cristóvão, Alexsander Andrade, conhecido como Alex Rocha.
A nova condenação imposta ao ex-administrador da cidade foi baseada em crime de responsabilidade por ter sido detectado o superfaturamento na fabricação de materiais para a Secretaria de Educação do município, e duas empresas também foram consideradas culpadas pela participação nos atos de improbidade.
O ex-prefeito foi condenado a uma pena de impossibilidade de exercer cargo eletivo, perdendo os seus direitos políticos pelo período de cinco anos, além de não poder exercer qualquer tipo de contratação ou prestação de serviço ao poder público pelo mesmo período.
A empresa Nossa Gráfica, fornecedora do material superfaturado, segundo a decisão do juiz Costa Neto, recebeu pena de impedimento de contratação com o serviço público pelo período de cinco anos e mais o pagamento de multa de valor dobrado ao valor pago pela prefeitura na contratação do serviço com preços superfaturados. A empresa Master Distribuidora também recebeu a mesma pena aplicada contra a Nossa Gráfica, ambas com condenação relativa à pratica de improbidade administrativa.
O pagamento da multa terá seu valor estabelecido nos próximos dias, quando houver a liquidação da sentença. O juiz Manoel Costa Neto afirmou que as diferenças praticadas nos preços pelos serviços prestados chegavam a valores com majoração de mais de 1000% sobre o valor de mercado, caracterizando o superfaturamento e que esta foi a motivação da ação impetrada pelo Ministério Público.

Nenhum comentário: