sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Moradores fecham a rodovia dos Náufragos
Eles discordam que Zona de Expansão passe para S. Cristóvão
Comunidade luta pelo plebiscito (Fotos: Aldaci de Souza/Portal Infonet)
Como haviam prometido, os moradores da Zona de Expansão fecharam a rodovia dos Náufragos na manhã desta sexta-feira, 15. Quem não ficou sabendo do ato em prol da realização de um [plebiscito na comunidade para saber quem é a favor ou contra a transferência da área para o município de São Cristóvão], teve que retornar e enfrentar um engarrafamento até chegar à rodovia José Sarney.
Primeiro os manifestantes atravessaram um ônibus na via e depois jogaram vários troncos e galhos de árvores para impedir a passagem dos veículos. Em seguida, utilizaram o microfone para explicar os motivos do manifesto e chamar a comunidade a se somar.
Ônibus ficou atravessado na via
“Nós queremos deixar claro que esse ato é em prol da comunidade e para cobrar do Tribunal Regional Eleitora (TRE), a realização de um plebiscito já aprovado na Assembleia Legislativa de Sergipe. Os moradores da Zona de Expansão não querem ser administrado pela Prefeitura de São Cristóvão. Não queremos atrapalhar o feriado de ninguém. Estamos orientando as pessoas que peguem uma estrada de barro aqui à direita e sigam pela rodovia Sarney”, ressalta o presidente da Associação Comunitária do Robalo e São José, José Marcos da Silva.
Ele disse ainda que, mesmo que a realização do plebiscito não seja autorizada, a comunidade não vai cruzar os braços. “Essa é a primeira de uma muitas manifestações que vamos fazer. Caso não liberem o plebiscito, vamos entrar com um pedido de emancipação da região. Aqui residem 120 mil pessoas que não concordam em passar a ser administradas por São Cristóvão. Hoje é o dia de a gente proclamar que quer continuar em Aracaju”, acrescenta.
Carros foram impedidos de seguri até as prais do litoral Sul
O ato foi realizado por meio do Movimento em Defesa da Zona de Expansão “Aracaju Sim, São Cristóvão Não. Plebiscito Já”. E, reuniu dezenas de pessoas de todas as idades.
Com camisas e faixas, os moradores dos povoados Mosqueiro, São José, Robalo, e ainda do bairro Santa Maria, gritavam palavras de ordem.“Não é bagunça, nem confusão, o movimento é em prol da população. Aracaju, Sim, São Cristóvão, Não”.
Retorno
Entre as centenas de motoristas que tiveram de retornar, o engenheiro civil, Walmer Santos. “Eu entendo a preocupação, mas também entendo que essas manifestações devem ser feitas na porta do Palácio de Governo, da Prefeitura de Aracaju, do TER e não aqui, justamente em um feriadão. Eu tenho uma casa aqui na região e agora vou ter que retornar”, lamenta.
Decisão
E tiveram que retornar
No último dia 29 de outubro, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região decidiu pelo reconhecimento da Zona de Expansão como parte do município de São Cristóvão. Com isso, os moradores do Mosqueiro, Areia Branca, São José, Robalo e Santa Maria deixam de pertencer a Aracaju. A Prefeitura de Aracaju recorreu da decisão do TRF.
Discussões
Vários debates estão acontecendo em torno da polêmica. Deputados, vereadores, representantes da Ordem dos Advogados do Barsil (OAB), Fórum em Defesa da Grande Aracaju e várias lideranças comunitárias, representantes da Prefeitura de Aracaju, estão tentando encontrar uma solução.
Após o plebiscito ter sido aprovado na Assembleia Legislativa, foi aprovado na Câmara Municipal de Aracaju, uma Moção de autoria do vereador Max Prejuízo (PSB), solicitando a inclusão no plebiscito, das comunidades que residem no entorno do conjunto Santa Lúcia.
Ato iniciou por volta das 10 horas
Propietário de casa na região diz que ato deveria ser na porta dos órgãos públicos
Líder comunitário diz ser a primeira de várias manifestações
O deputado Venâncio Fonseca (PP), sugeriu a criação de um novo município na região, passando a fazer parte da Grande Aracaju.
Por Aldaci de Souza

Fonte:Infonet.com.br

Um comentário:

Henrique Braga disse...

Aqueles que sonhavam com um novo município, acabou o sonho, aqueles que sonham em uma zona de expansão como sendo de Aracaju, não tem jeito, essa área é de fato e direito da nossa amada São Cristóvão.
Meu povo acordem para esses politiqueiros e cabo eleitorais “cara de pau” que pensam em tirar vantagem eleitoral.
Houve um político cínico que desse que vai convocar a OAB-SE, para intervir na Zona de Expansão. Nem um plebiscito resolve, porque, segundo a justiça tem que ter uma emenda a Constituição Federal. Sabe quando vai ser isso? NNNNNNNNNNNN...