quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Gostaria de entender que tipo de "acordo" existe entre as empresas de ônibus em São Cristóvão. Por que até hoje não é permitido a entrada de novas empresas? Por que as duas existentes não "rodam" pelas duas linhas? Enquanto isso a população sofre, se algum ônibus quebrar se for da linha Rosa Elze ficamos até horas sem transporte ou temos que pagar outra passagem como alternativa indo pela Palestina. Já que não temos empresas suficientes para empregar a população, o mínimo que a gestão da cidade poderia fazer é oferecer um transporte público digno para quem precisa deles.

Nenhum comentário: