terça-feira, 15 de abril de 2014

Mais um Aumento na Conta de Energia em São Cristovão,e a População Aceita Calada e Pacificamente

Mais um aumento na conta de energia em São Cristovão,aumento para todo o Sergipe,mais aqui o encargo é maior já que a conta foi aumentada recentemente,a famigerada taxa de iluminação publica que vem massacrado a população,mais o pior é que a cidade se encontra com boa parte de suas ruas as escuras,muito difícil a situação no centro histórico,e no grande Rosa Elze a população foi as  ruas e bloqueou a pista de ascesso com barricadas de peneus em chamas.
A situação é difícil,as pessoas não esta tendo a paciência de aguardar a solução do poder publico,que aqui em São Cristovão,ao que parece esta paralisado,a situação é de caos,infelismente nossos administradores não moram aqui para sentir na pele os problemas diarios que enfrentamos.
A população de São Cristovão é muito inerte diante dos problemas,parece que cada um vive uma realidade diferente,não existe união,isso principalmente no centro histórico,as periferias da cidade já começou a se manifestar a algum tempo,mais o centro ainda movido por uma parcialidade egoísta sofre,mais esquece de se unir e tomar uma atitude,vivemos em comunidade,sofremos no coletivo,infelizmente a desmotivação foi o melhor caminho encontrado por muitos.

Um comentário:

JOSÉ FILHO disse...

A quem interessa esse caos? Por que não fazer manifestação contra o governo federal que afirmou que teríamos conta de energia mais barata, num momento favorável? Não defendo a gestão municipal atual, pois ela é a primeira a se omitir, pois nunca li, em blog nenhum, a SECOM/SC emitir nota contestando agruras enfatizadas pela oposição, diuturnamente, muitas vezes transformando pequenos e solucionáveis problemas em grandes tragédias administrativas. Seria ótimo que na cidade existissem mais pessoas menos comprometidas para que, apartidariamente, julgassem o momento atual. Em São Cristóvão não adianta trocar 6 por meia dúzia, pois neste caso, só sai ganhando um punhado que se conta nos dedos.