domingo, 13 de abril de 2014

São Cristovão e sua dura realidade,só não vê quem não quer

Alguns comentarios que chegaram,dizem que a coisa não esta bem assim em São Cristovão,que a oposição derrotada,e inconformada,estaria promovendo um verdadeiro festival de pessimismo na cidade.
Olha se a oposição tem interesse que isso aconteça,não sei,o que sabemos é que a verdade não pode ser mascarada,ou maquiada,as coisas acontecem e todos veem,percebem a situação caótica que o município vive.


Educação - A cidade foi considerada pelo SINTESE como a pior educação de Sergipe,a saúde é totalmente deficiente,com postos de saúde que não atende a demanda,e que vivem agonizando,a população de São Cristovão só não morre a mingua por conta do Hospital e Maternidade Senhor dos Passos que absorve a maioria dos atendimentos na cidade,e que não conseguiu firmar uma parceria com a administração municipal,já que em todas as administrações anteriores,sempre se teve uma ajuda a essa entidade filantrópica da cidade.

A falta de emprego - Esse é um dos Grandes problemas da cidade,que não é de hoje,é histórico e depois do fechamento das indústrias têxteis da cidade nunca mais se recuperou.
A grande maioria da mão de obra que trabalha isso mais de 90% da cidade trabalha na capital.

O Transporte Publico - Um dos piores de Sergipe,com frota velha,sem um terminal de apoio no centro da cidade,ônibus sempre lotados,com alternativos que não da conta da grande demanda,a população se senti humilhada quando tem que utilizar o transporte publico que atende na cidade.

Abastecimento de água - Nunca foi lá essas grandes coisas,mais nos últimos cinco anos o seu sucateamento foi visível,e hoje ao que parece esta ainda pior,alguns pontos da cidade passam varios dias sem água todos os meses,o que não conseguimos entender como uma empresa que não produz o produto,que só tem despesa com pessoal e da logística da captação,e ainda vive uma situação dessa.

Lazer - A cidade não conta com um teatro se quer,não tem cinema,não tem um ginásio de esporte,ou uma quadra em condições de promover um evento esportivo de grande porte,a quadra do Conjunto Eduardo Gomes esta em ruínas,o Ginásio de Esportes Dr.Lourival Baptista faz vergonha a sua estrutura externa,não temos uma praça no centro histórico com uma quadra para a pratica esportiva,O campo do limão não acontece nada.
Uma peça de teatro que tem a tradição de acontecer na semana santa,o seu produtor usou as redes sócias para pedir ajuda a populares para que acontecesse,o carnaval que já fazia parte do calendário de eventos de Sergipe,e da pauta da imprensa estadual foi aniquilado nessa administração,o São João não aconteceu no ano passado,a famosa seresta que foi interrompida a algum tempo,até agora nada,a decoração natalina na cidade,já faz um bom tempo que não acontece.
O lazer,a diversão é imprescindível para as relações sociais,coisa que aqui não temos mais.

Os Monumentos Históricos e Pontos Turísticos - A cidade que já a muito tempo era considerada capital da cultura e da civilização sergipana,e para validar esse titulo ganhou o selo de patrimônio da humanidade para uma das suas praças,mais na pratica ao que percebemos não conseguiu sensibilizar os seus administradores,que não conseguem visualizar a importância de um titulo dessa magnitude,não sabemos se por insensibilidade cultural,ou por pura maldade.
A única,ou únicas atrações turísticas hoje da cidade são os museus e igrejas,só!

Tínhamos a Bica dos Pintos - como atração turísticas,e que hoje não atraem mais ninguém,nem os locais frequentam aquele espaço,que virou um locar de receio por parte da população,com a explosão demográfica da região,se criou um bolsão de miséria em volta,o que para alguns pensadores se torna difícil sua recuperação plena.

O Catamarã - que foi uma boa alternativa na cidade,hoje passa pelo abandono do poder publico,dependendo exclusivamente da manutenção de comerciantes locais,agoniza como outros na cidade.

O Cristo - Cartão Postal de Sergipe,hoje vive o ostracismo,sem um ponto de apoio,isso porque antes tinha barzinho,local de eventos e hoje não tem nada,o que tem aumentado é a população da região,e também se tornou um local perigoso,desaconselhável a visita a esse espaço,triste realidade.

Os povoados - Os nossos povoados vivem agonizando,quase todos sem calçamento,sem saneamento básico,e com transporte publico,isso quando tem,deficiente,morar em um povoado de São Cristovão é sofrer varias vezes.

  Violência- A cidade que antes recebia o titulo de cidade dormitório,e isso muita gente não gostava por achar pejorativo,hoje ainda é dormitório,só que violenta,e uma das mais violentas do estado,que é o quinto mais violento do Brasil,logo percebemos que vivemos em uma das cidades mais violentas do pais.
A violência na cidade atingiu indicies de epidemia,a população vive aterrorizada,assaltos acontecem a cada dia,a qualquer hora do dia,a tranquilidade que antes era a marca da cidade,hoje já não temos mais.

O Aumento na taxa de iluminação publica - Uma vergonha pagar uma taxa que poucas cidades pagam em Sergipe,e outra coisa,a iluminação publica na cidade esta pior,poderíamos citar os nomes das ruas que estão apagadas,olha não são poucas,um absurdo e os vereadores aprovaram o aumento dessa maldita taxa.

Aumento do IPTU - O aumento foi vergonhoso,demonstrando a total falta de respeito,de critérios,o que esperar agora,só sofrimento mesmo!

Corte no salário dos funcionários públicos - O sofrimento do funcionalismo publico é evidente,o desanimo com a carreira só aumenta a cada dia,trabalhar na administração publica dessa cidade,sendo funcionário concursado é só incertezas,os professores até o dia de hoje não conseguiram recuperar as percas salariais.

Auto estima - Até o dia de hoje não se recuperou,a população esta totalmente desanimada com tantas medidas duras,com tanta falta de consideração,com tantos problemas divulgados na mídia estadual,só sofrimento e dor.

Vivemos em uma cidade a onde a esperança acaba a cada dia,muitos vão embora todos os dia,e a vontade da grande maioria dos jovens é deixar de viver aqui,muito triste!Já não é da cidade,e ainda não mora,fica difícil.
Portanto não existe mal vontade,o que existe é a realidade latente,e que não podemos esconder,independente de bandeira política,a cada dia fica difícil morar em uma cidade que não visualizamos perspectivas para um futuro diferente.

Um comentário:

Anônimo disse...

pesso e enproro a justiça auguem faça auguma coisa por nossa cidade urjente , sao cristovao pede socorro ,,,,carlos andre tijuquinha