sábado, 6 de setembro de 2014

Acidente de trânsito

caminhão contra carreta

Um grave acidente ocorrido por volta das 06h40 de hoje, 05, em uma das curvas da Serra do Saco, na BR 242, município de Barreiras, Oeste da Bahia, deixou uma pessoa morta e outra gravemente ferida. Chovia fraco na hora do acidente.
 Acidente foi registrado pela PRF no início da manhã desta sexta-feira (05). (Foto: Eduardo Lena)

Acidente foi registrado pela PRF no início da manhã desta sexta-feira (05). (Foto: Eduardo Lena/Jornal Nova fronteira)
De acordo com informações, um caminhão da empresa Maratá de placas OEQ 7877, de Lagarto(SE), que descia a serra, atravessou a pista e bateu contra um bitrem de placa NYS 9465, de Itanhaçu/BA, que seguia em sentido contrário. O motorista da Maratá, de identidade não fornecida, morreu na hora e ficou preso entre as ferragens. O carona, Valdir Medeiros Novais, 44 anos, teve uma fratura em uma das pernas e foi socorrido em estado grave para o Hospital do Oeste.
 Com o impacto, a frente do caminhão ficou completamente destruída e o motorista morreu preso às ferragens. (Foto: Eduardo Lena)

Com o impacto, a frente do caminhão ficou completamente destruída e o motorista morreu preso às ferragens. (Foto: Eduardo Lena)
Roberto Carlos Oliveira, também de 44 anos, motorista do bitren, sofreu pequenas escoriações. Ele disse que ainda tentou evitar a batida, mas como estava a 10 KM/H na subida da serra, não teve como desviar totalmente do caminhão. “Ele veio desgovernado em minha direção e como ia devagar na serra, só deu tempo de desviar a cabine onde eu estava. Sinto muito pela morte do outro motorista, pois o que não se quer com a gente, não desejamos aos outros”, disse bastante abatido Roberto Carlos.
O Policial Rodoviário Federal Baliza, comentou que a curva é muito perigosa e sempre que chove ocorrem acidentes no local. “O motorista da Maratá perdeu o controle na curva e invadiu a contra mão, batendo contra o bitrem que vinha subindo a serra”, disse o policial.
Devido o acidente formou-se um congestionamento de aproximadamente 15 quilômetros nos dois sentidos da serra.

Nenhum comentário: