quinta-feira, 4 de setembro de 2014

CRF recorre e farmácias de SE devem ter farmacêuticos
Desembargadores do TRF reconheceram a obrigatoriedade
São quase mil profissionais aptos a trababalhar nas farmácias de Sergipe (Fotos: Arquivo Portal Infonet)
O Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE), recorreu da decisão da Justiça Federal, que desobrigava as farmácias de contratar farmacêuticos durante todo o horário de funcionamento dos estabelecimentos, e ganhou por unanimidade. De acordo com o Conselho, no Estado existem quase mil profissionais, número suficiente para cumprir a carga horária nos estabelecimentos.
O advogado do Conselho Regional de Farmácia, Cristiano Barreto, explicou que o Sindicato dos Proprietários de Farmácias de Sergipe entrou com uma ação na 2ª Vara da Justiça Federal, alegando não existir profissionais em número suficiente.
“O juiz Ronivon Aragão deferiu o pedido em favor dos proprietários de farmácia, nós recorremos ao Tribunal Regional Federal em Recife e os desembargadores por unanimidade, reconheceram a obrigatoriedade de farmacêuticos durante todo o horário de funcionamento nas farmácias e drogarias de Sergipe”, destaca Cristiano Barreto.
Ausência de farmacêuticos foi descartada por unanimidade por desembargadores do TRF 
O advogado acrescentou que são quase mil profissionais em Sergipe. “E mesmo que não existisse, eles tinham que contratar de outros estados pois é inadmissível que que um estabelecimento de saúde como é o caso das farmácias, fique sem um farmacêutico, assim como um hospital não funciona sem médicos, um consultório odontológico não funciona sem odontólogos e a imprensa não funciona sem jornalistas”, enfatiza Cristiano Barreto.
Por Aldaci de Souza

Fonte:infonet. com.br

Nenhum comentário: