quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Violência em São Cristóvão

Cope investiga participação de suspeitos em morte de PM
Polícia quer obter a identificação dos demais suspeitos
PM aposentado foi morto em São Cristóvão (Foto: divulgação)
As investigações acerca da morte do policial militar reformado, Manoel Messias Filho, de 63 anos, já estão sendo conduzidas pelo Complexo de Operações Especiais (Cope). O delegado Jonatas Evangelista está concentrado na oitiva das testemunhas e trabalha para confirmar a participação de José Augusto da Cruz (Dodô), preso no dia do crime, e obter a identificação dos demais suspeitos.

“Já ouvi o proprietário da chácara e vou ouvir todas as testemunhas, inclusive as vítimas sobreviventes. Vamos localizar outras testemunhas e realizar diligências no sentido de elucidar esse caso o mais rápido possível”, resume o delegado Jonatas Evangelista.
Caso

O policial aposentado foi morto a tiros no domingo, 14, quando estava em um sitio, localizado no município de São Cristóvão na companhia de amigos. A vítima foi surpreendida por quatro homens armados que anunciaram o assalto.
Durante a ação, os bandidos descobriram que uma das vítimas se tratava de um policial. Por isso, eles contra o militar que morreu no local. Após o assalto, os bandidos fugiram levando três reféns e um veículo que pertencia ao proprietário do sítio. O veículo do policial também foi levado durante a fuga.

Os suspeitos foram seguidos e após troca de tiros, José Augusto da Cruz, 37 anos, conhecido como “Dodô” foi preso. O caseiro do sítio também foi detido, mas segundo a polícia, por posse ilegal de arma de fogo, já que ele estava com duas armas sem o registro.

Fonte:infonet. com.br

Nenhum comentário: