sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

AMESE PROTOCOLA OFÍCIO JUNTO AO MP REQUERENDO APURAÇÃO DO FATO DA LIBERAÇÃO DE PRESOS POR DELEGADO PLANTONISTA.


Na manhã desta sexta-feira, dia 06, a AMESE, através do seu presidente Sargento Vieira, oficiou o Dr. João Rodrigues Neto, Promotor de Justiça e Curador do Controle Externo da Atividade Policial, requerendo apuração do fato de dois meliantes terem sido liberados pelo Delegado Plantonista, após serem presos por policiais militares do Batalhão de Radiopatrulha.

No ofício, que está acompanhado de fotos e documentos, foi relatado que os militares perceberam uma caminhonete Mitsubishi, cor preta, que estava utilizando a placa MUC-9407, em atitude suspeita, tendo os mesmos determinado que tal veículo parasse, utilizando inclusive a sirene e giroflex da viatura policial, com o objetivo de proceder a bordagem.  Ao perceber que iria ser abordado, o condutor da caminhonete acelerou o veículo, tentando fugir do local, tendo sido iniciada uma perseguição.  Durante dado momento, os policiais militares escutaram disparos de arma de fogo efetuados pelos suspeitos, tendo a injusta agressão sido repelida de imediato pela guarnição, tendo a perseguição se estendido até a Avenidas Euclides Figueiredo, onde os infratores foram presos e posteriormente encaminhados à Delegacia Plantonista, sendo entregues ao Delegado de Polícia Civil. Ocorre que, horas após, os policiais militares foram surpreendidos com a liberação dos infratores, sob a alegação de que não havia subsídios para manter a prisão destes.  Em poder dos meliantes foi apreendida a caminhonete que estava com placa clonada, restrição de roubo, cinco chips e quatro aparelhos celulares.  Foi informado também, que um dos infratores estava em liberdade condicional pelo crime de assalto a banco no Estado de Pernambuco.

A AMESE aguardará e acompanhará o devido procedimento a ser instaurado pelo Ministério Público, tendo o próprio Promotor de Justiça recebido o ofício, pois é inadmissível que a Polícia Militar fique enxugando gelo.

Durante a entrega do ofício ao Dr. João Rodrigues Neto, o Sargento Vieira se fez acompanhar do Dr. Márlio Damasceno, assessor jurídico da associação.

Vejam o ofício protocolado pela AMESE ao Curador do Controle Externo da Atividade Policial, requerendo a apuração do ocorrido:






Nenhum comentário: