sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Praça da Matriz, Terra de Ninguém

A praça da matriz continua sem o mínimo zelo por parte do poder publico municipal, com canteiros tomados por formigueiros, com o calçamento precisando da reposição de pedras, com o coreto que não serve para nada só para encontros de pessoas de atitudes suspeitas, com o prédio da prefeitura desabando, e trazendo perigo a aquém fica, ou passa próximo, sem vigilância, sem um local com instalações agradáveis, com a calçada tomada por comerciantes, que ocupam de forma desordenada e sem regra, com o desrespeito as normas de boa convivência por parte de quem usa sons de carros, o que chega a ser um abuso.
A praça que em outras épocas era local de convivência e de encontros, hoje é o retrato do que acontece com a cidade, abandono.

Nenhum comentário: