sábado, 2 de maio de 2015

2015 06:40:55
Fórum Redes Aracaju tem violência como tema principal

Nesta quinta-feira, 30, no auditório da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (SEMDEC), aconteceu o sexto Fórum Redes do município de Aracaju. O Fórum integra às ações do Programa Crack é Possível Vencer, coadunando os objetivos da Política Nacional de Drogas, do Governo Federal.

O grupo reúne órgãos que atuam no atendimento e prevenção ao uso de drogas, com ênfase numa visão de atendimento integral aos usuários, fomentando uma redução de danos no uso de crack e outras drogas, contando com a participação de agentes do poder público municipal, estadual e federal, bem como integrantes da sociedade civil.
O Fórum foi coordenado por Karina Rosa, Supervisora do Projeto Redes em Aracaju, da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD), ponderando os debates e munindo aos participantes de informações pertinentes para que as atividades junto ao usuário sejam mais eficazes, estimulando a proposituras e alinhamento de conceitos. Durante o Fórum foi apresentado o Fluxograma de atendimento da Secretaria Municipal da Família e Assistência (SEMFAS), que também comporá o Fluxograma de Prevenção e Atendimento aos usuários de drogas da rede municipal, pactuado entre os agentes integrantes do Fórum.
Karina Rosa abordou os diversos conceitos da violência, dentro de uma abordagem sociológica e antropológica, de acordo com alguns estudos científicos e dados estatísticos. A temática da violência, assim como outras temáticas, surge de uma agenda compartilhada elaborada pelos integrantes do Fórum, dentro da realidade do município. A ideia é discutir dentro das principais políticas que lidam com a questão de álcool e drogas, qual o entendimento e alinhamento teórico conceitual que estas equipes têm dentro da saúde, assistência e segurança pública, consistindo num exercício teórico, reflexivo e também prático. Não entender quanto ato último e infracional, mas como violência simbólica, sistêmica e estrutural, explica Karina. A supervisora ainda enfatiza que a relação entre a Guarda Municipal e os sistemas de saúde e assistência, fazem de Aracaju um exemplo nacional.
Em consonância com a temática do dia, Lidiane Gonçalves Ferreira, do Núcleo de Prevenção de Violência e Acidentes (NUPEVA), da Secretaria Municipal de Saúde, apresentou a execução das ações do núcleo intra e intersetorial para o combate à violência doméstica, sexual e outras violências, inclusive com preenchimento das notificações compulsórias, acolhimento e cuidado com usuários, além dos devidos encaminhamentos.


O seminário também contou com a presença da Secretária Municipal da Defesa Social e da Cidadania, Georlize Teles e do diretor geral da Guarda Municipal, coronel Enilson Aragão. O próximo encontro está marcado para o dia 21 de maio, em continuidade aos temas discutidos, abordando a judicialização, com a interlocução com as equipes do Poder Judiciário, facilitando a aplicação das medidas judiciais aos usuários.

Nenhum comentário: