sexta-feira, 5 de junho de 2015

Moradores de São Cristóvão opinam sobre renúncia de prefeita

Moradores de São Cristóvão opinam sobre renúncia de prefeita

Posse do vice como prefeito ocorre na manhã desta quarta-feira. 
Para população, justiça deve punir envolvidos com esquema.

Tássio AndradeDo G1SE
Os moradores de São Cristóvão estão preocupados com o futuro político do município. Na manhã desta terça-feira (2), o assunto na cidade era sobre a renúncia da Prefeita Rivanda Batalha do PSB, que tomou a decisão ontem depois das denúncias de fraudes em licitações da merenda escolar realizadas no domingo (31).
Professora diz que renúncia não será a solução  (Foto: Tássio Andrade/G1)Professora diz que renúncia não será a solução
(Foto: Tássio Andrade/G1)
A professora Vânia Dias acha que o fato do vice-prefeito, Jorge Eduardo, assumir o cargo não vai resolver os problemas do município. “É uma nova articulação, que não vai trazer mudança alguma ao município de São Cristóvão. A justiça tem que punir as pessoas que participaram desse esquema. Tem que dar exemplo, é muito triste ver uma cidade como a nossa sempre sendo motivo de vergonha, de mentiras e corrupção. Entra e sai prefeito e nada muda, é escândalo atrás de escândalo”, desabafa a professora.

“É uma situação muito delicada e estranha. Eu acho que ela analisou que a renúncia seria a melhor forma de resolver o problema. Vamos aguardar e torcer para que o vice faça uma boa administração”, disse esperançoso José Homérico, militar aposentado.
Professora diz que renúncia não será a solução (Foto: Tássio Andrade/G1)Aposentado acredita que prefeita tomou a melhor
decisão (Foto: Tássio Andrade/G1)
A posse do vice como prefeito ocorre na manhã desta quarta-feira (3),às 09h15, na Câmara de Vereadores de São Cristóvão.

Entenda o caso
A Prefeita de São Cristóvão, município da Grande Aracaju, Rivanda Batalha, apresentou na segunda-feira (1), uma carta com seu pedido de renúncia ao cargo, após as denúncias de fraudes em licitações de merenda escolar.

Na carta, Rivanda fala que deixa o cargo por conta de vários fatores, principalmente o escândalo de esquema de corrupção referente à merenda escolar. "Apresento minha renúncia em decorrência dos últimos fatos que foram veiculados pela imprensa. Tenho plena consciência que nada tenho a dever", se defende.

Ainda segundo a carta, Rivanda coloca o cargo a disposição com todos os seus dados. "Coloco à disposição da Justiça todos os meus dados bancários, fiscais, sigilo telefônico ou qualquer medida que possa colaborar com a elucidação dos fatos".

Os municípios de São Cristóvão e Nossa Senhora do Socorro estão sendo investigados após as denúncias de fraudes em licitações da merenda escolar. O suposto esquema de corrupção era feito entre empresas e com envolvimento de servidores públicos no processo licitatório das prefeituras.


Um comentário:

Amanda disse...

Esses "cabeças" do SINTESE acham que todos são massa de manobra?
Essa revolta dos "professores" inflamados pelo SINTESE é bem mais estratégico do que muitos pensam e ainda não caíram na real. Pode até atingir seus objetivos por um tempo, infelizmente com uma população tão facilmente manipulável como essa, ainda sobrevivem. A guerra não está acabada e estão com as armas afiadas. Só irão parar com essa "revolta" quando atingirem o objetivo maior não é??? Que seria colocar o candidato do seu agrado??? O certo é o prefeito promover um concurso público na rede de ensino, quem passar fica, nada mais que justo!!! Esses esquerdistazinhos de sindicatos estão precisando é trabalhar não? Com essas caras de espertinhos só enganam o "zé povinho". Observem quem são os "líderes" e vejam como vivem, pobrezinhos em seus apartamentos em???