terça-feira, 2 de junho de 2015

MPF pede que fraudes em licitações da merenda sejam investigadas

Informações obtidas pelo MPF já foram encaminhadas à Polícia Federal. (Foto: Divulgação/Net)
Informações obtidas pelo MPF já foram encaminhadas à Polícia Federal. (Foto: Divulgação/Net)
Após denúncias de fraudes a licitações da merenda escolar em São Cristóvão e Nossa Senhora do Socorro, o Ministério Público Federal em Sergipe informou que recebeu o material e já tomou o depoimento do empresário denunciante. Informações coletadas foram encaminhadas à Polícia Federal, com pedido de abertura de inquérito para apurar os crimes de fraude à licitação e associação criminosa.
A Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro divulgou na manhã desta segunda-feira (1º) que não há indícios de envolvimento de funcionários da prefeitura no esquema. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro o prefeito da cidade, Fábio Henrique, sentiu-se surpreso com as acusações e disse que todos os documentos licitatórios serão entregues ao Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE), Ministério Público do Estado de Sergipe (MPE) e ao Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) para que sejam feitas a apuração e investigação do que aconteceu nos processos de licitação.
Ainda de acordo com a assessoria já foi determinado a suspensão de todo o processo licitatório até o final da investigação.
A prefeitura do município de São Cristóvão disse em nota que afastou do cargo o pregoeiro responsável pela condução de licitações, suspendeu a licitação e instaurou um processo administrativo pra apurar as denúncias.
Ainda sobre o caso a assessoria de imprensa do MPF informou que as investigações policiais estão sendo acompanhadas e que o órgão aguarda a conclusão do inquérito para tomar as devidas providências. O caso está sob responsabilidade do procurador da República Heitor Soares.
Com informações do G1, em Sergipe

Fonte:senoticias.com.br

Nenhum comentário: