terça-feira, 2 de junho de 2015

Rivanda: "prefeitos desconhecem fraudes de empresários"

Rivanda: "prefeitos desconhecem fraudes de empresários"
Rivanda Batalha irá processor empresário autor das denúncias
Rivanda Batalha irá processor empresário autor das denúncias (Foto: arquivo Portal Infonet)
Rivanda Batalha disse nesta terça-feira, 2, acreditar que os prefeitos de Sergipe desconhecem a  fraude praticada por empresários nas licitações da merenda escolar. Depois de renunciar ao cargo de prefeita de São Cristóvão, em virtude da repercussão da matéria ‘Os Senhores da Fome’veiculada no programa Conexão Repórter, do SBT, Rivanda também anunciou que irá processar o empresário Carlos França, autor das denúncias. O vice-prefeito Jorge Eduardo Santos, o Jorjão (PSB), é quem deve assumir a gestão do município.

Para Rivanda, as condutas dos empresários vitimam os municípios, independente da vontade de seus governantes. “Estou dizendo por mim como prefeita. Como um prefeito vai saber de um esquema desses se a nossa responsabilidade vai até o momento de criar a licitação e definir a prefeitura? “, indaga. “Nossa responsabilidade vai até aí. Esses empresários, somem, combinam e voltam com a licitação já pronta”, completa.

Processos

Rivanda Batalha disse já acionou sua assessoria jurídica para que mova processos cíveis e criminais contra dois empresários envolvidos nas denúncias, entre eles, o empresário Célio Franca, principal fonte na reportagem.

Rivanda revelou que desconhecia as fraudes e que as denúncias contra ela são caluniosas.  “Ele não apresentou provas. Foram quatro meses de investigação e se tivesse provas, ele teria apresentado imagens ou gravações comigo, assim como fez com as reuniões. Não tenho nada a ver com essas fraudes e o tempo vai mostrar isso”, comenta.

Renúncia

Rivanda alega que renunciou ao cargo por proteção e para que as investigações sigam sem que ela tenha privilégios. “Estou indignada com essa política rasteira e nojenta. Eu não vou ficar sangrando e expondo a minha família nessa situação. Saí do cargo para não ter os privilégios que a constituição me dá e para que fique acessível e célere para a justiça fazer as investigações”, afirma.
Desfiliação
Junto com a carta de renúncia, a prefeita também apresentou seu pedido de desfiliação do Partido Socialista do Brasil (PSB), sigla a qual era filiada.  "A gente tem que ficar com quem nos acolhe, e deixar o partido onde não se sinta bem. a ideologia que o partido segue não é a minha. Se eu não concordo, eu tenho que me retirar", revela.
Matéria

Rivanda disse ainda que sentiu prejudica com a edição da matéria veiculada pelo SBT. De acordo com ela, a matéria não exibiu os trechos das entrevistas nos quais ela dá diversos esclarecimentos sobre o assunto. Prevendo problemas na edição, a prefeita contou que contratou um cinegrafista particular que gravou toda a entrevista e que as imagens na íntegra já estão em exibição nas redes sociais.
A prefeita esclareceu também que as escolas sem merenda citadas na reportagens são estaduais e não sofrem qualquer interferência do poder público municipal, e que as escolas municipais estão em conformidade com a legislação, tendo inclusive, cardápio feito por nutricionistas.
Por Verlane Estácio

Fonte:infonet.com.br

Nenhum comentário: