sexta-feira, 5 de junho de 2015

São Cristovão, até quando????

Estes dia, sem sombra de duvidas foram dos mais atribulados na historia politica de São Cristóvão, que vem se acostumando com toda essa movimentação politica, isso porque a cidade era acostumada a administrações que tinham um único objetivo, administrar a cidade.
O que estamos assistindo, podemos dizer que se trata de coisa recente, ou seja, com um histórico entorno de vinte anos, com a chegada do grupo politico que hoje administra a cidade.
Até agora ainda não entendemos o motivo claro da renuncia da ex-prefeita, não conseguimos identificar motivos para essa ação por parte dela.
A reportagem não mostra motivos claros para renuncia nesse momento, além do relato de um dos envolvidos a o denunciante, o que se pergunta é, porque a renuncia de forma tão rápida, a menos 24 horas da reportagem? A decisão de renunciar, foi uma surpresa, é algo inédito no Brasil, que tomou conta dos noticiários em Sergipe, e ganhou destaque na imprensa nacional, fato que deu ainda mais notoriedade ao jornalista do SBT Roberto Cabrini.
O que levou a ex-prefeita a tomar esta decisão? Consultamos algumas pessoas envolvidas na politica local, com certa experiência no jogo politico, que também ficou chocado com a decisão, não pelo fato da renuncia, que segundo se comentava nos bastidores políticos já era para ter acontecido, e isso se tornou normal na politica atual, e principalmente com a reeleição, o que possibilitaria o uso de outros nomes que atendessem a demanda do grupo, agora sair logo após denuncias que ainda são só denuncias, não foi entendido ainda.
Fala-se em jogada politica, olha se foi, ou é jogado, muito mal feito, o que não acreditamos, a decisão pode ter sido unilateral, por parte da ex-prefeita, como foi a decisão das entrevistas em todas as redes de noticias do estado, só lembrando que com isso, foi esquecido o prefeito de N. S. do Socorro Fábio Henrique que emitiu uma nota e ninguém ouviu, mas nada sobre o assunto em Socorro e ficou de lado o verdadeiro foco da reportagem, o jogo das licitações por parte dos empresários, mesmo sabendo que Cabrini estaria preparando uma nova matéria na cidade de Socorro e outras Sergipe á fora, mas duvidamos que algum dos possíveis prefeitos denunciados renunciem por esse motivo.
Como diz o ditado, “O futuro a Deus pertence”, só que a população não espera grandes coisas da nova administração, ou novo administrador o Jorgão, que segundo o radialista George Magalhães no seu programa matinal na 103 FM, “Jorjão não fala coisa com coisa”, na opinião do radialista, “despreparado”, isso demostra que não vai passar de figura decorativa no cargo, tipo a Rainha da Inglaterra.
São Cristóvão vem sofrendo essa instabilidade politica, perdeu de vez a credibilidade no estado, virou chacota, motivo de piada, desde o pedido de Impichemat de Isaias, a renuncia de Alberto dos Santos do cargo de vereador, logo depois algum tempo toda a turbulência da administração Zezinho da Everest, que cominou com seu afastamento e sua morte, os quatro prefeitos em menos de um ano, a administração perseguida e pífia de Alex Rocha, a polemica eleição da prefeita, que substituiu o então candidato Armando batalha nos 45min do segundo tempo, que deixou todos admirados com essa manobra.
E agora um prefeito recebido com vaias e ovos, que se recusou a dar entrevista ao jornalista Roberto Cabrini, fugindo do repórter como o diabo da cruz, pegando uma porta lateral da câmara e saindo em disparada.

Que Deus nos ajude!!!!

Nenhum comentário: