segunda-feira, 1 de junho de 2015

São Cristovão, Mais uma Vergonha em Rede Nacional de Televisão

Na noite deste domingo (31/05) A cidade de São Cristovão não dormiu, isso tudo por conta da reportagem do programa conexão repórter do SBT, que expôs a merenda escolar na cidade, e das licitações segundo a reportagem.
Milhares de pessoas ficaram ligadas nesta que foi a maior reportagem investigativa da historia da cidade.
Muitos cidadãos da cidade que moram aqui, ou fora ficaram indgnados, o repórter de qualidade indiscutível Roberto Cabrini, foi a fundo na ferida da merenda escolar e sua licitação, seu alvo.
Imagens estarrecedoras de crianças expostas a situação humilhante, sem comida em casa, a unica esperança era a merenda escolar, que segundo a reportagem, dias tem, dias não tem.
Toda a polemica das licitações, que segundo a reportagem é um jogo de cartas marcadas, segundo o denunciante Celyo França, é que 10% era destinado aos administradores, em cada licitação, segundo filmagens, e que se não pagar, no mês seguinte não recebia,conta ainda o empresario em gravação escondida.
O desespero antes dessa reportagem ir ao ar foi grande, segundo informações,  procuraram o repórter para da explicações e saber o teor da reportagem, ele avisou que marcaria o dia, como assim o fez, lembramos também que a noticia se espalhou na cidade que ele estaria fazendo uma matéria na escola da chica, que é estadual, que chegou a ser comemorado  como um trunfo, já que a escola não pertencia a rede do município, hoje percebemos que foi um drible tático da reportagem, que tinha como objetivo as licitações e o envolvimento e possíveis subornos, e não simplesmente a merenda.
Chegaram a ir na radio, dizer que não era foco da tal reportagem as escolas do munipais, e que abriria qualquer escola do município, e que lá encontraria o cardápio completo,coisa que não aconteceu, o repórter foi empedido de entrar em algumas escola do povoado pedreiras e Alto da Divinéia, isso não foi dito na Liberdade FM em Aracaju, e neste domingo se espalhou um vídeo na cidade que mostrava um repórter acuado, e sem objetivo, coisa que percebemos na reportagem que foi intencional por parte do repórter, fortalecendo o drible tático, e o titulo do vídeo foi "A Prefeita da uma aula de gestão publica ao repórter Roberto Cabrini", subestimou o Jornalista.
Assistimos a uma cena ilaria, que deixou o repórter admirado com o cenário montado para convencer, os assessores direto da administração, todos achando que o renomado jornalista seria convencido daquilo que eles diziam,
não sabendo eles que ele já estava com a matéria montada, só faltando a cereja do bolo, em rede nacional.
O povo honesto de São Cristovão agradece, como disse o Professor Rômulo em um grupo, só o povo honesto, agora é com o ministério publico federal, as provas foram entregues a Dra. Eunice Dantas do MPF, pelo denunciante.
Muitos nas redes sociais estão se dizendo envergonhados, mas devemos ter orgulho de ter acontecido uma reportagem dessa em nossa cidade, aquilo que parecia que nunca ia acontecer, aconteceu.
Até cinegrafista particular apareceu, o que não adiantou muita coisa, quando falamos em imprensa nacional, essas raposas do jornalismo, jamais sucumbiriam diante de políticos.
E a imagem deprimente da miséria extrema que ainda permeia nosso município, situação desoladora, de crianças indo a escola descalças, em condições de higiene deploráveis, enquanto alguns desfrutam das mordomias do dinheiro publico, e dormem tranquilamente em seus apartamentos.
O que deixou duvida é, porque a merenda não é entregue nas escolas? Pelo menos foi mostrado isso, e segundo testemunhos de professores e alunos.
O que é abordado na reportagem é o jogo de carta marcadas na licitação, porcentagens... agora porque a merenda não chega nas escolas, mesmo super faturadas?? Porque não deixou o jornalista entrar nas escolas??
Que o povo se alerte, segundo o vereador Paulo Junior que se pronunciou em rede em rede social vai propor a criação da CPI, que providencias sejam tomadas, que Deus nos ajude!!!!


Nenhum comentário: