quarta-feira, 20 de julho de 2016

Violência Contra Crianças

ACONTECEU |  SUPOSTO CASO DE ESTRUPO DE VULNERÁVEL EM SÃO CRISTÓVÃO ENVOLVENDO TRANSPORTE ESCOLAR, SERÁ INVESTIGADO

GIRO DE NOTÍCIA - 20.07.2016

O suposto caso de estrupo de vulnerável que aconteceu em São Cristóvão será investigado pela polícia. Segundo uma dona de casa moradora de São Cristóvão, que denunciou ontem terça-feira (19.07), um suposto caso de abuso sexual contra seu filho de aproximadamente 4 anos; segundo ela, o crime teria ocorrido dentro de um táxi que realizava o transporte escolar da criança.

A Rw News buscou informações a respeito do caso e, segundo fontes confiáveis, não se tratava de um taxista. O suposto agressor não era um taxista, o mesmo realiza o transporte escolar com seu carro particular no Bairro Rosa Elze em São Cristóvão. Ainda não obtivermos informações se o veículo faz parte do transporte legalizado do município para o serviço de transporte de alunos.

Ainda segundo a genitora "Nós contratamos o serviço desse taxista (que não é taxista), eu estava pagando R$ 70 para que ele levasse o meu filho à escola. Nunca desconfiei de nada, até que na sexta-feira passada (15) meu filho chegou a casa e durante o banho reclamou que as partes íntimas estavam doendo. Cheguei a pensar que ele estava apenas com assaduras. Quando foi no sábado nos saímos de casa para uma festinha de aniversário e ele continuou sem poder sentar direito, foi então que no domingo comecei a desconfiar que não fosse somente assadura e fui examinar a bundinha dele. Foi nessa hora que percebi que estava bem vermelho. O meu outro filho mais velho falou com ele e apesar do trauma ele disse que tinha sido o taxista que estava fazendo isso”, relatou a genitora.

O Conselho Tutelar do 2° Distrito tomou conhecimento do fato na manhã desta quarta-feira (20.07), através da mãe da criança que foi até à instituição prestar denúncia contra o suposto agressor. A criança foi encaminhada pelo Conselho Tutelar do 2° Distrito para ser assistida pelo Centro Especializado de Assistência Social (CREAS), que é a unidade pública responsável pela oferta de orientação e apoio especializados e continuados a indivíduos e famílias com seus direitos violados.

A mãe acusa o motorista de ter abusado sexualmente do seu filho de 4 anos. A Rw News vai preservar o nome do acusado até que a justiça dê o parecer final sobre este caso.
O menor de 4 anos foi encaminhado na manhã de hoje para ser realizado o exame de Corpo de Delito no Instituto Médico Legal em Aracaju.

Os órgãos protetores da criança que estão engajados neste caso estão aguardando o resultado do exame realizado no Instituto Médico Legal (IML). A criança já está sendo assistida por psicólogos da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, já que é a entidade que cuida desse casos. Ainda segundo outras informações obtidas pela Rw News, a genitora havia prestado queixa-crime na delegacia que juntos com os órgãos e entidades protetoras dos direitos da criança e do adolescente estão investindo o caso.

Por J. Sousa
Da Rw News

Rw News - O sei canal de notícias

Nenhum comentário: