segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Atenção, Armando Batalha diz, QUE SÓ VAI USAR O NOME DO FILHO, MAS O PREFEITO É ELE

EXCLUSIVO | ARMANDO BATALHA REVELA PLANO DE COMO VAI ASSUMIR E SER O PREFEITO DE SÃO CRISTÓVÃO CASO SEU FILHO GANHE A ELEIÇÃO DESTE ANO

GIRO DE NOTÍCIA - 08.08.2016

Impedido de concorrer ao pleito eleitoral deste ano, Armando Batalha revela seu plano pra ser o prefeito de São Cristóvão, caso o seu agrupamento ganhe a eleição, e de como irá burla às Leis vigentes no Brasil.

Na convenção do partido que foi realizado na última sexta-feira (05.08) nas dependências da Escola Municipal Gima Franco, que fica localizada á Rua Mamede F. Santos no centro do município, após o discurso do prefeito Jorjão, foi passado para Armando a palavra e o mesmo ao apresentar o ex-vereador Josué Salvador como o vice da Chapa, o mesmo surpreendeu à todos ao apresentar Batalha Neto mostrando o "plano de como assumirá a prefeitura caso seu filho, Batalha Neto que é do PRP seja eleito o prefeito de São Cristóvão".

Disse Armado Batalha: "...ele (se referindo ao filho que é o pré-candidato à prefeito), só vai assinar a Ata e vai pra casa! Porque quem vai sentar na cadeira (de prefeito) sou eu!..."

..." Todo mundo sabe também que a turma sempre me evita disputar nas urnas comigo, vocês sabem disso; eles não sei por que toda a eleição tem que ter impugnação em Armando Batalha. Porque eles sabem que nas urnas não tem jeito não. E aí o que eles fazem? Eu era candidato, ele era candidato, ô se esse for eu vou impugnar! Rapaz! Só quem tem o poder de impugnar é o povo. Esse é quem pode impugnar qualquer candidatura, que é quem decide qualquer candidatura"...

..."Agora! Não sou homem pra esconder nada. Sou homem que tenho a cara limpa e não tenho medo de enfrentar os problemas. Agora também, acho que não preciso passar pelo constrangimento de ta por esses incompetentes, por essas pessoas que não tem nenhuma capacidade de gerir o município; companheiro, Nego veio! A única coisa que fala e fala, fala e o povo não quer saber de palavras, quer saber de ação, e em virtude como a campanha é curta, como a campanha é de apenas quarenta e cinco dias, eu não posso ficar preocupado com impugnação, não posso ficar preocupado com a Justiça Eleitoral, que senão, eles querem que pare a campanha pra poder me desviar o foco"...

..."Então! Encontrei uma saída: como eu busco sempre o divino, a saída salomônica, que é que Armando Batalha volte a sentar na cadeira de prefeito, a partir de primeiro de janeiro de 2017, com somente emprestando o nome, que ele (se referindo ao filho que é pré-candidato a prefeito), só vai assinar a Ata e vai pra casa! Porque quem vai sentar na cadeira sou eu! Quem vai sentar na cadeira sou eu!"... Disse Armado Batalha.

Agora caberá a justiça analisar se houver o crime de tipificação por parde de Armando Batalha.

O ex-prefeito da cidade de São Cristóvão, Armando Batalha de Góis (PSB), foi condenado a devolver um valor aproximado de quase R$ 2 milhões aos cofres públicos e uma pena de suspensão dos direitos políticos por oito anos, após decisão expedida pelo juiz da Comarca de São Cristóvão, Manoel Costa Neto.

Em sua decisão, Costa Neto deixou claro que houve desvio de recursos destinados para saúde e educação, entre outros contratados pelo município de forma irregular. O crime atribuído ao ex-prefeito é de improbidade administrativa. Os valores de serviços contratados são variados, incluindo diárias de R$ 1.800 para uma funcionária que estava viajando para os Estados Unidos e foi informado que participava de um curso inexistente no período e um desvio de mais de R$ 1.6 milhão de recursos da Educação.

O magistrado expediu sua decisão com a pena complementar de 05 anos de impedimento de contratação com o poder público por parte de Armando Batalha, ou qualquer empresa cuja ligação com seu nome ou propriedade seja comprovada.

Confira decisão final do juiz Manoel Costa Neto:

Assim, JULGO PROCEDENTE o pedido inicial e reconheço que o réu ARMANDO BATALHA DE GOIS praticou atos de improbidade administrativa, definidos como tal no Art. 10, caput, incisos I, II, III, VI, VIII, IX, XI e, XII e art. 11, caput, inciso I, II, VI da Lei 8.429/92. Condeno-onas sanções previstas no Art. 12, inciso  II da referida lei: ressarcimento integralmente o dano a ser apurado em liquidação de sentença, perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, suspensão dos direitos políticos por 08(oito) anos, pagamento de multa civil correspondente a duas vezes o valor do dano e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de 05(cinco) anos.

Mantenho em todos os termos a liminar deferida, persistindo a indisponibilidade de bens do Réu a fim de assegurar o efetiva prestação jurisdicional.


Condeno, ainda, o Réu no pagamento das custas processuais.


Na forma do Art. 40 do Código de Processo Penal, determino a extração de cópias destes autos e o encaminhamento à Procuradoria Geral de Justiça e à Procuradoria da República neste Estado, para as providências que entender cabíveis.



P.R.I.



São Cristóvão/Se, 23 de outubro de 2012.


Fonte de parte desta matéria: F5News

Rw News - O seu canal de notícia

Nenhum comentário: