sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Esporte e Atividade Física, A Bandeira da Transformação

Estava assistindo um programa esportivo do estado, e lembrei do esporte como era a tempos atrás em Sergipe, com poucas opções, e carente de novas possibilidades esportivas.
Hoje assistindo esse programa, percebi que a nossa imprensa esportiva ainda não notou os novos tempos, tempos de outros esportes, de outras possibilidades.
Vejam, fizemos no mês de setembro no dia 10, um dos maiores eventos de judô do estado, a copa GMA de judô, a imprensa foi informada, mas não teve uma linha em canto algum, nesse mesmo dia, aconteceu um campeonato de karatê interestilos, que sempre acontece no centro de treinamento da guarda, só neste dia não aconteceu já que tínhamos o evento da guarda de judô, pois a TV Sergipe deu uma boa cobertura ao evento de karatê, que no máximo tinha duzentas pessoas com público e atletas, já o nosso de judô tínhamos no mínimo mil e quinhentos pessoas, por aí percebesse o amadorismo da imprensa"especializada".
O esporte mais popular do Brasil que é o futebol, não desenvolve em Sergipe, já não atrai público para as praças esportivas do é, além da violência.
Fizemos a copa GMA de tiro esportivo, com a presença do medalhista Felipe Wu, e a campeã mundial de carabina esportiva, Rosane Cibele, a imprapareceu, para registrar a presença dos atletas, mas parecia que a copa não existia.
Outros esportes vem ganhando público, é o caso do jiu jitsu, que tem um grande número de praticantes no estado, e os eventos sempre lotados.
Fizemos vários eventos de jiu jitsu no CT/GMA, seminários, e campeonatos, fizemos o maior evento de 2015 e 2016 que foi o Open GMA de jiu jitsu, uma referência para todo o nordeste essa competição.
As corridas em Sergipe tem se tornado a grande mania esportiva dos últimos anos, e no CT/GMA, fizemos três corridas que se tornou a mais charmosa de Aracaju, com saída e chegada no parque da semeteira.
Também fizemos um campeonato de futsal com uma boa participação.
E o centro de treinamento da Guarda Municipal de Aracaju, que se tornou referência no esporte e atividade física e esporte em Sergipe, com atendimento aos caps de Aracaju, outras instituições, a exemplo de atendidos com autismo, e as forças da segurança pública.
Tudo isso , para dizer que a imprensa, pouca importância deu a esse tipo de ação, tudo por conta da falta de interesse da nossa imprensa em desenvolver e apoiar o esporte no geral.
Até parece uma preguiça em apoiar o esporte, os campeonatos, prefere está divulgando o falido e desmotivado futebol sergipano.
Esporte, é um instrumento transformador, foi isso que percebemos com o centro de treinamento da guarda municipal de Aracaju, por isso recebemos o prêmio do conselho regional de educação física (CREF) em 2014, e é por isso que contaremos lutando, pelo fortalecimento do esporte e prática esportiva em Sergipe.

GM Fábio André
Profissional em educação física
CREF 000060-SE.
Coordenador do Centro de Treinamento da Guarda Municipal de Aracaju.
Membro do comitê de políticas públicas para a juventude do município de Aracaju.

Nenhum comentário: