quarta-feira, 15 de março de 2017

O DESRESPEITO A NATUREZA É DIÁRIO EM SÃO CRISTOVÃO

O desmatamento na região da rodovia João bebe água é antigo, estamos denunciando isso a algum tempo, aos poucos a vegetação tem sido retirada, dando lugar a pastos, e pastos de péssima qualidade, basta ver aquela fazenda próxima a entrada da cabrita, uma destruição ambiental sem tamanho.
Tem uma pro piedade próxima ao vale do medo, ou curva do capitão viana, aquela baixada era um brejo, hoje esta completamente seco, com isso vai se aniquilando nossas reservas ambientais.
A prefeitura de São Cristóvão deveria criar o seu orgão fiscalizador, assim como fez Aracaju, com a sua SEMA.
O órgão fiscalizador do estado é inoperante, portanto um municipal seria muito mais eficiente, basta querer o gestor municipal, o desrespeito a natureza em nossa cidade é grande.
Um dos maiores crimes ambientais aconteceu no centro histórico, o conhecido "Banho Mono", que foi devastado na decada de oitenta, com a benevolência do administrador da cidade na época, e logo depois a destruição total com a doação de lotes pela administração dos "Batalhas", com o tal projeto casulo, enterrado de vez a esperança de revitalização daquele espaço de esperança da preservação do que restou da mata atlântica.
Os desafios não são pequenos nesta área, o município precisa criar seu órgão fiscalizador, e toma conta do que ainda resta da natureza, e dos recursos naturais em São Cristóvão.

Nenhum comentário: